Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Eu e o mundo

As minhas impressões, opiniões e outras coisas acabadas em ões sobre o mundo, pelo menos o mais próximo de mim.

Eu e o mundo

As minhas impressões, opiniões e outras coisas acabadas em ões sobre o mundo, pelo menos o mais próximo de mim.

O verão mais frio dos últimos cem anos

Pois, já me tinham dito...

Estes meteorologistas de facto não acertam uma. Nos últimos anos andaram a dizer que íamos ter os verões mais quentes e mais não sei o quê e forma verões absolutamente normais.

Este ano, alarmaram toda a gente, a mim quase me dava um ataque cardíaco, a dizer que íamos ter o verão mais frio dos últimos não sei quantos anos e o resultado?

Quarenta graus e com tendência a subir!!!

Uma pessoa quase morre do coração a pensar que não vai ter oportunidade de exibir biquínis, pernas bronzeadas, pneuzinhos e outras coisas afins pelos areais do país e afinal está um calor que até eu me sinto quente. E olhem que eu não sou fácil nestas coisas. Sou alentejana e estou habituada a verões mais do que escaldantes. Na minha terra, uma aldeola ali para os lados de Castelo de Vide, no verão, entre o meio dia e as quatro da tarde não se vê ninguém na rua.

Quando eu passava lá as férias de verão com os meus pais, lembro-me de ser a única a andar na rua na hora da calmaria, e quando entrava no café ou numa loja ficava tudo a olhar para mim, com ar de quem achava que eu era maluquinha. Pronto, se calhar até sou um bocadinho, mas como é raríssimo transpirar e como até gosto de sol, não me incomodava nada ir à mercearia comprar o que fosse preciso, até porque tinha menos hipóteses de dar com um bando de velhas alentejanas de lenço na cabeça a carpir mágoas e a empatarem a vida a toda a gente.

Que me desculpem as velhas e eu estou bastante próximo de ser uma velha, ainda por cima alentejana, mas de facto, ficarem a contar a vida, a falar de trivialidades (gosto muito desta palavra) e uma pessoa ali à espera para comprar uma lata de salsichas ou um geladito não tem piada nenhuma. 

Que mania que as pessoas têm de achar que toda a gente está interessada no filho que está na Alemanha ou na neta que está quase a acabar o curso de doutora. (No Alentejo toda a gente que vai para faculdade sai de lá doutor ou engenheiro, seja lá qual for o curso).

Portanto, e voltando aos meteorologistas, lá se enganaram outra vez, não foi?

Vocês são um bocadinho como o ministro demissionário, não são? Enganam-se bastante nas previsões. 

Está certo que os vossos enganos prejudicam menos do que os do Gaspar, mas de qualquer forma podiam ter mais cuidado com o que andam para aí a dizer. Não é nada bonito enganar as pessoas. eu, por exemplo, nem tirei as botas do roupeiro porque achei que ia precisar delas em agosto. Agora tenho a minha organização de mudança de estação completamente arruínada. Não m parece mesmo nada bem.

Boas férias para todos!

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D