Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Eu e o mundo

As minhas impressões, opiniões e outras coisas acabadas em ões sobre o mundo, pelo menos o mais próximo de mim.

Eu e o mundo

As minhas impressões, opiniões e outras coisas acabadas em ões sobre o mundo, pelo menos o mais próximo de mim.

De quando elas era muito pequeninas...

Ultimamente tenho andado a divertir-me imenso a ler o blogue "Pais de Quatro", do jornalista João Miguel Tavares, que me faz rir à gargalhada com as aventuras de dois adultos que vivem com quatro crianças.

E que me tem feito recordar muitas coisas de quando as minhas filhas eram pequeninas. Tenho imensa pena de que ainda não existissem blogues nessa altura e que a internet estivesse a dar os seus primeiros passos.

Ontem e depois de receber uma mensagem de uma amiga a propósito dos grafittis da filhota na parede do quarto, lembrei-me da minha maneira de ultrapassar o problema.

As minhas filhas têm 29 meses de diferença e portanto o disparate era comum às duas, com a agravante de que quando a mais nova inventava uma asneira, a mais velha mesmo que já soubesse que não devia, ia atrás. Sempre podia culpar a irmã, que no fundo era para isso que ela achava que a criança servia.

Então no quarto delas havia uma parede forrada para aí até meia altura com papel de cenário, onde elas podiam manifestar a sua criatividade à vontade. E elas cumpriam. Nunca riscaram sofás, paredes sem papel, etc. Eram muito felizes com os lápis de cera (que a mais nova também comia de forma muito aplicada, o que deu origem a várias fraldas com um toque de criatividade), com as canetas de feltro, etc.

E vivíamos todos muito felizes. 

Quando íamos a casa de alguém, elas entravam, observavam o ambiente e primeira pergunta:

- Onde é que é a 'paiede' de 'pintai'?

Perceberam?

Para elas era ponto assente que toda a gente tinha em casa uma parede onde se podia pintar. Uma casa sem parede de pintar? como é que era possível?

Modéstia à parte, acho que de todas as ideias brilhantes que eu tive para ir sobrevivendo quando elas eram masi pequenas esta foi mesmo de génio.

Modéstia muito à parte, claro.


2 comentários

  • Obrigada. Boa semana também.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Mais sobre mim

    foto do autor

    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D