Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Eu e o mundo

As minhas impressões, opiniões e outras coisas acabadas em ões sobre o mundo, pelo menos o mais próximo de mim.

Eu e o mundo

As minhas impressões, opiniões e outras coisas acabadas em ões sobre o mundo, pelo menos o mais próximo de mim.

Coadopção - Luís Borges e Eduardo Beauté

Acabei de ver uma magnífica entrevista feita pelo Manuel Luís Goucha a uma das famílias conhecidas que mais admiro, o Luís Borges e o Eduardo Beauté.

Para quem não sabe eu escrevo no SapoFama e tenho publicado inúmeras notícias e fotogalerias desta família, de tal forma que o meu diretor me goza constantemente e refere que estou "apaixonada por eles", o que não me perturba nada e só me dá vontade de continuar a lutar para lhes dar visibilidade.

E estou, de facto apaixonada por eles.

Estou apaixonada pela forma maravilhosa com que se propuseram tomar a responsabilidade de uma criança especial como o Bernardo, pela forma como o amam, como cuidam dele e acima de tudo pela forma como o fazem feliz.

Porque ninguém tenha dúvidas de que o Bernardo é uma criança feliz. Muito feliz. As crianças são transparentes, para o bem e para o mal, e o sorriso do Bernardo não engana. Ele é uma criança feliz e amada.

E esse amor que os pais lhe dão diariamente é que lhe vai dar a força para enfrentar as pessoas más que terá, infelizmente, de enfrentar ao longo da sua vida.

"Nós somos uma família. Que ninguém tenha dúvidas a esse respeito. Eu e o Luís somos uma família. Não podemos procriar mas podemos amar. E aquilo que nós fazemos com o Bernardo não passa disso mesmo, muito amor, muita dedicação e um empenho eterno para com a vida e o bem estar do Bernardo", foi umas das frases bonitas, que foram muitas, ditas pelo Eduardo durante a entrevista.

E para aqueles imbecis como o doutor Marinho Pinto: "Pensem que há muita criança no mundo a precisar de uma família e que a base de uma família é o amor. Tudo se resume ao amor. Não vale a pena tanta gritaria à volta deste assunto".

Eu não conheço, ainda, pessoalmente o Luís e o Eduardo, embora já tenha falado telefonicamente algumas vezes com o Luís por questões profissionais. Tenho uma vontade imensa de os conhecer, não profissional, mas pessoalmente, pois tenho a certeza que me vou identificar com os dois. Esse dia chegará certamente e tenho a certeza que não vou ficar desiludida.

Sou absolutamente contra o preconceito. O preconceito está na base de todas as guerras do mundo e na base das limitações dos seres humanos.

Nunca acabará o preconceito no mundo, mas depende de todos nós fazermos o que estiver ao nosso alcance para o diminuir.

E esse esforço começa em casa pela educação dos nossos filhos. Eu tenho um orgulho imenso de ter criado duas filhas despreconceituosas que aceitam todas as pessoas independentemente de cor, credo, raça ou orientação sexual. Nem poderia ser de outra forma - são minhas filhas. 

Faz parte da responsabilidade de cada um de nós enquanto pai ou mãe educar os nossos filhos para que meninos como o Bernardo não venham a sofrer discriminação na escola ou no meio onde se movimentem.

Não se esqueçam de que, há não muitos anos atrás, os filhos de pais divorciados era discriminados e hoje em dia essa é uma situação perfeitamente normal.

Espero pelo dia em que crianças filhas de casais homossexuais também não sejam motivo de conversa ou discriminação.

Espero ainda estar por cá quando esse dia chegar. E espero muito sinceramente que pessoas como o doutor Marinho Pinto um dia mordam a língua e morram envenenados no veneno da estupidez.

 

 

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D