Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Eu e o mundo

As minhas impressões, opiniões e outras coisas acabadas em ões sobre o mundo, pelo menos o mais próximo de mim.

Eu e o mundo

As minhas impressões, opiniões e outras coisas acabadas em ões sobre o mundo, pelo menos o mais próximo de mim.

O segredo da Rute

Começo por reafirmar que não fã de reality shows. De todo. 

Por motivos profissionais tenho de acompanhar os programas de domingo à noite da TVI e consequentemente os Big Brothers e Casas dos Segredos passaram de há uns dois anos para cá a fazer parte da minha vida. 

Tenho de estar atenta diariamente ao que se passa na "casa mais vigiada do país", acompanhar as nomeações, expulsões e muitos edredões...

Ontem, como sempre faço aos domingos à noite estava instaladinha no meu sofá com o meu bloco de apontamentos e os comandos da televisão na mão para acompanhar a expulsão da noite.

Até hoje, dos reality shows que vi nunca me tinha emocionado ou impressionado com nada nem ninguém. Ontem pela primeira vez vieram-me lágrimas aos olhos ao escutar a história da Rute.

Vou situar os que não acompanham o programa. 

No site oficial ela é apresentada assim: "A Rute tem 37 anos, vem de Setúbal e neste momento está desempregada. Com a participação na Casa dos Segredos pretende dar um futuro melhor à filha. Já trabalhou como vendedora, ajudante de cabeleireira, auxiliar de infância e já andou na apanha da minhoca e nas vindimas. Considera-se uma lutadora. Namora com um rapaz mais novo e não perdem uma boa festa".

durante a gala de ontem a Rute contou o seu segredo: "Fui torturada pela minha mãe".

"Eu era bebé e a minha mãe deixava-me a dormir numa tampa de uma mala de viagem, sozinha em casa durante todo o dia. Sem comer, suja de chichi e cocó e quando chegava a casa ainda me esfregava a cara na porcaria e dizia que qualquer dia me punha uma rolha no rabo para eu não fazer mais. Nós morávamos numa barraca e uma vez o meu pai deu-lhe com uma garrafa por causa da maneira como ela me tratava...".

A história continuou com a Rute a dar pormenores de uma infância infeliz, para dizer o mínimo, e que ninguém deveria conhecer, muito menos às mãos de uma progenitora.

Confesso que fiquei com os olhos cheios de lágrimas. Com 37 anos aquela mulher parecia tão frágil, tão carente. É mãe de uma menina adolescente com quem mantém, ao que parece, uma relação afectuosa e muito próxima.

Saiu do programa ontem para os braços da filha e do namorado, mais novo, de apenas 24 anos que a pediu em casamento em direto (piroso, vá), afirmando o seu amor em frente a um país inteiro. Enfim... Esta parte era dispensável.

Mas a tristeza, a mágoa, a carência e a falta de afeto que vi nos olhos da Rute mexeu comigo... Porque nem os animais tratam assim os seus filhos...

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    Em destaque no SAPO Blogs
    pub